Notícias

PROJETO DA CADEIA OVINA EM AÇÃO

18/09/2015

PROJETO EM AÇÃO
Dia 11-09-2015 aconteceu em Bom Retiro – SC na Fazenda Pinheiro Seco uma reunião com membros da ACCO (Associação Catarinense de Criadores de Ovinos), EPAGRI e SEBRAE para finalmente alavancar a produção de cordeiros em grande escala, a expectativa é da ACCO, que há muito tempo vem se empenhando.
“Finalmente o projeto da cadeia produtiva ovina está lançado, já que a busca da carne é maior que a oferta, tenho certeza que dará certo, agora levo fé!” –Disse Frederico Jaeger Neto, presidente da ACCO, juntamente com seu vice José Volni, que não mediram esforços para implantar esse projeto, muito importante para o estado.
Na ocasião várias pessoas envolvidas assumiram compromisso para por o projeto “em prática”. O projeto vai para Brasília, assim que for aprovado a ACCO e o SEBRAE entrará com valor para custear o projeto e o Governo do Estado com a parte técnica. Paulo Roberto Lisboa Arruda (Diretor da extensão técnica da EPAGRI) será o coordenador Estadual e logo serão definidos também técnicos regionais. Estiveram presentes na reunião representantes extensionistas da região oeste, planalto, alto vale e sul. Dentre eles Frederico Jaeger Neto, José Volni, Paulo Gregianin da Pinheiro Seco, Cassiano Eduardo Pinto, Paulo Roberto Lisboa Arruda (EPAGRI) , Alan David Claumann (consultor do SEBRAE de SC) entre outros.
“Só há um jeito para Santa Catarina, fazer um associativismo, é a gente se juntar em favor de uma causa!” disse o Deputado Aldo Schneider, grande apoiador no projeto.

PARA ENTENDER A CADEIA OVINA:
Santa Catarina é o estado que mais importa carne de cordeiro. Então fica claro que o mercado precisa/deve ser abastecido, mas só é possível estimular a produção quando a cadeia (produção, beneficiamento e mercado comprador) está estruturada e disciplinada. É preciso ampliar o plantel e padronizar a criação de ovinos e caprinos com o intuito de atender a demanda da indústria. Precisamos de produção em escala para viabilizar o pequeno, médio e grande produtor. Além da padronização dos animais, o que é importante para que os cortes de carne se encaixem nos padrões de tamanho e qualidade exigidos pela indústria e pelo mercado consumidor. Os produtores serão capacitados em relação de ter um manejo adequado, assim como alimentação oferecida ao rebanho e aos investimentos na melhoria genética empregada.
“É preciso mostrar aos produtores que uma cadeia produtiva organizada é rentável economicamente!”

*A Fazenda Pinheiro Seco onde foi realizada a reunião é administrada por Paulo Gregianin, que trabalha com os sistemas de produção de leite para ovelhas das raças Milchschaf e Lacaune, e vacas Jersey.

*Por Neide Jaeger

Paulo Arruda iniciando a reunião

Paulo Arruda iniciando a reunião


DSC_6879  11-09-2015
DSC_6894
DSC_6900
DSC_6905
DSC_6906
DSC_6915
DSC_6922
DSC_6925
Fazenda Pinheiro Seco, tem criação de ovelhas Lacaune, Milschschaf e vacas Jersey

Fazenda Pinheiro Seco, tem criação de ovelhas Lacaune, Milschschaf e vacas Jersey


DSC_6928
DSC_6931
DSC_6935
Visitação,hora da alimentação e ordenha

Visitação,
hora da alimentação e ordenha


Alimentação e ordenha

Alimentação e ordenha


DSC_6952
DSC_6955
DSC_6975
DSC_6978
DSC_7000  11-09-2015

Álbum de Fotos

Outras notícias